segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Zabé da Loca morreu na manhã deste sábado (5),




Zabé da Loca, Izabel Marques da Silva, foi um raridade, uma destemida que incorporou a música a sua vida, através do instrumento o pífano, por prazer, por vida.Nasceu em Buíque, Pe, 1924,mudando-se para a Paraíba, Monteiro, onde morou por 25 anos embaixo de uma pedra enorme, uma formação calcária comum no sertão paraibano, Serra do Tungão-PB mudando só em 2003 para um assentamento de terra -Sta Catarina, em Monteiro-PB.Teve dois filhos, viveu da lavoura, na enxada com  intempéries, mas nunca abandonou  o pífano.Tornou-se mais conhecida no país nos anos 80/90 e daí  veio a ser a  figura destacada na música brasileira.Faleceu a semana passada aos 92 anos.



por http://bit.ly/2vGbhNF

A artista Zabé da Loca morreu na manhã deste sábado (5), na comunidade Santa Catarina, zona rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba. As primeira informações repassadas pela família são de que Zabé estava com 93 anos de idade e morreu em casa de morte natural. Nos últimos anos ela lutava contra a doença de Alzheimer.
Ainda segundo a família, o corpo da pifeira foi velado em casa durante toda a manhã deste sábado e à tarde o velório aconteceu no Memorial Zabé da Loca, no sítio Tungão, fazenda Santa Catarina.
Haverá velório também no domingo (6) no Centro Cultural de Monteiro, às 7h. O sepultamento será às 10h, no cemitério municipal de Monteiro.
A Prefeitura de Monteiro decretou luto oficial de três dias, de sábado até a segunda-feira (7), de acordo com a assessoria de comunicação.

Nenhum comentário: